Como tratar alergia a cosméticos

alergia-cosmeticosO aumento da busca pela beleza faz o mercado “correr” atrás de tratamentos e produtos cosméticos a todo instante. Com isso, não é incomum encontrarmos produtos específicos para peles claras, escuras e infantis. Com a maior disponibilidade de cosméticos nas prateleiras, maior também é o contato de substâncias diferentes com a nossa pele.

Um belo dia, você resolve comprar o creme dos seus sonhos e o aplica no rosto sem a prescrição de um médico dermatologista. Resultado? Acorda com vermelhidão, descamação, inchaço ou formação de pequenas bolhas. Isso se todos os sintomas não aparecerem ao mesmo tempo.

Sentimos informar, mas sua pele está irritada e possivelmente você tem alergia a alguma substância do tão sonhado creme. Essa situação é mais comum do que imaginamos. Muitas vezes os componentes dos cosméticos podem ser alergênicos, mas as fragrâncias são a principal causa de alergia aos cosméticos.

“A dermatite de contato é a reação adversa mais comum aos cosméticos. Ardor, queimação e coceira, com ou sem alterações na face, devem ser observados e o paciente deve suspender o uso do produto imediatamente. Procurar um médico também é o mais indicado”, explica o médico dermatologista Fernando Passos de Freitas, ressaltando que os problemas atingem cerca de 10% da população adulta.

Para tratar a alergia, a melhor saída é procurar um médico dermatologista, que irá avaliar o quadro para descobrir os motivos da dermatose e indicar um tratamento capaz de reverter a situação. Buscar produtos neutros sem a presença de substâncias químicas continua sendo a dica básica para quem não quer correr riscos. “Produtos químicos ou medicamentos tópicos devem ser indicados apenas por um profissional. A automedicação é um presságio de que algo poderá dar errado”, finaliza o médico.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *