Por que inchamos no verão?

O calor típico do verão brasileiro é sinônimo de pés e mãos inchados, mas por que inchamos no verão? O incômodo é resultado de um processo natural do organismo no intuito de controlar a temperatura corporal entre 36ºC e 36,5ºC, a fim de manter o funcionamento padrão dos órgãos.

Segundo o cirurgião vascular do Hospital Edmundo Vasconcelos, Walter Campos, esse controle de temperatura ocorre por meio da vasodilatação das artérias, que tendem a concentrar o calor nas extremidades e por isso, os pés e mãos são os mais afetados com o inchaço.

>LEIA MAIS: Como cuidar dos cabelos no verão

“O fluxo sanguíneo dos membros aumenta, dilatando as veias e causando uma maior pressão capilar- sistema responsável pela troca de nutrientes do sangue. Essa pressão tende a liberar líquidos no tecido, ocasionando o inchaço”, acrescenta.

Apesar de não ser uma sensação agradável, o médico esclarece que não há nada com que se preocupar e todos estão sujeitos a esse tipo de edema periférico em dias quentes. A atenção deve ser focada somente quando o inchaço apresentar características atípicas, como uma diferença de retenção de líquido entre os membros associada a vermelhidão.

“É importante que, quando surgir alguma característica diferente da habitual em dias de temperaturas altas, a pessoa procure um médico para investigar a causa e iniciar o tratamento adequado”, explica.

Infelizmente não há maneiras de evitar esse inchaço natural. Segundo Campos, pode ser controlado com tratamento e uso de meias elásticas. E, diferentemente, do que muitos acreditam, a hidratação não ameniza o incômodo, é apenas essencial na reposição de líquidos perdidos pelo suor.

Dicas para preparar o suco verde

Uma das opções mais requisitadas do momento para voltar ao ritmo após sair da dieta é o suco verde. Além de refrescante, traz diversos benefícios para a saúde, já que possui vitaminas, minerais, antioxidante e fibras. No preparo, é recomendável variar os ingredientes, para que haja diversidade de nutrientes ingeridos.

“Evite fazer a mesma receita ao longo da semana. É interessante variar as frutas e trocar a água por água de coco, por exemplo, para que o corpo absorva mais nutrientes”, comenta a professora da Anhanguera de Bauru, Camila Queiroz. Outra dica importante é acrescentar fibras, como a da biomassa da banana verde, ou a farinha de linhaça, para deixar o suco ainda mais nutritivo e completo.

Diversas frutas podem ser utilizadas, como maçã, abacaxi, mamão, laranja, limão, morango, entre outras. Na utilização de folhas, as melhores opções são a couve, espinafre e hortelã. É interessante acrescentar uma raiz para bater o suco, como o gengibre, conhecido pelo fator termogênico e também pelas funções antibacterianas e anti-inflamatórias.

É indispensável salientar que o suco verde não deve ser utilizado para substituir refeições, mas como complementação. É importante ter em mente que nenhum alimento faz milagre e que toda refeição deve ser nutricionalmente balanceada.

Por que suamos?

suor

Uma das coisas que mais incomodam homens e mulheres durante o verão é, sem dúvidas, a transpiração. Apesar de ser uma solução aquosa inodora, notamos que ela frequentemente tem um odor desagradável. Isso é causado por bactérias na superfície da pele ao metabolizarem os componentes da transpiração.

Por outro lado, é a forma mais rápida e eficiente de controlar a temperatura interna do organismo, que precisa ser mantida na faixa dos 36,5 graus.

A transpiração, apesar de ser uma função vital no corpo humano, ainda gera muitas dúvidas. Confira a seguir sete questões sobre o assunto, solucionadas pela dermatologista e diretora da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), Ana Paula Meski.

1 – Por que nós transpiramos? A transpiração é um processo fundamental à regulação térmica do corpo e pode aumentar naturalmente em circunstâncias específicas, como no calor; quando se pratica exercícios físicos; elevação da temperatura ambiente; ou na ocorrência de estímulos psíquicos, como o medo e outras emoções fortes. A secreção de suor é estimulada pelo sistema nervoso simpático, que faz parte do sistema nervoso autônomo, estrutura que funciona independentemente de nossa vontade.

2 – É possível controlar a transpiração nos períodos de altas temperaturas? O método mais indicado é o uso de desodorantes antiperspirantes, que ajudam a amenizar a quantidade de suor eliminado. Essa redução na umidade da área diminui a chance de proliferação das bactérias. Mas, se o suor for em excesso, é preciso consultar um especialista que irá avaliar quais as razões desse exagero e prescrever o melhor tratamento. Há algumas atitudes que podemos ter para controlar a transpiração: manter a depilação em dia, não só na axila; tomar, preferencialmente, dois banhos ao dia, pela manhã e à noite; usar desodorante de qualidade; evitar o uso de roupas de tecido sintético.

3 – Por que as axilas são a principal zona atingida pela transpiração? Nas axilas existe uma maior quantidade de glândulas sudoríparas e, por ser uma área de dobra, há maior transpiração.
Leia mais

Óculos ajuda a prevenir problemas

P8-oculosO uso de óculos de sol vai muito além de uma questão de estilo. As lentes escuras ajudam a proteger os olhos e a pele contra os raios UVA e UVB, causadores do câncer de pele e doenças dos olhos, como a degeneração macular, que torna a visão embaçada e com uma mancha escura no centro, catarata precoce e pterígeo, crescimento sobre a córnea de um tecido fibromuscular esbranquiçado que dificulta a visão.

“Em um ambiente muito iluminado, as pupilas se contraem como uma forma de proteção contra o excesso de luz e raios nocivos. O uso de lentes escuras faz com que as pupilas se dilatem para que os olhos recebam mais luz e possam enxergar melhor, o que os deixa mais expostos à radiação solar. Por isso, o uso do acessório é fundamental, mesmo nos dias mais frios ou nublados”, explica o oftalmologista da rede de hospitais São Camilo de São Paulo, Jae Min Lee.

Para obter todos os benefícios da proteção, é preciso utilizar óculos de sol de qualidade. “Os produtos sem certificação não filtram os raios UVA e UVB. Como as lentes não têm prazo de validade, vale a pena investir em um bom acessório. Opte por lentes maiores e que fiquem mais próximas aos olhos e sempre questione sobre a presença dos filtros aos raios solares”, orienta o especialista.

O que é a celulite?

celulite

Durante o verão, as mulheres se preocupam ainda mais com as celulites, agora à mostra. A dermatologista Annia Cordeiro Loureço explica que o problema atinge cerca de 80% das mulheres e tem várias causas. “O sedentarismo, maus hábitos alimentares, má circulação, alterações hormonais e até mesmo a genética são alguns dos fatores que desencadeiam a celulite”, comenta.

A celulite é uma alteração no tecido celular subcutâneo, a gordura localizada abaixo da pele. Lá se encontram os septos fibrosos, uma espécie de divisão ou trava que liga a pele aos tecidos mais profundos. Para manter a ligação, esses septos “puxam” a pele para dentro de uma forma imperceptível. Quando há retenção de líquido ou aumento da gordura, essa área aumenta de volume e as alterações ficam mais visíveis, mostrando os furinhos ou depressões na pele, característicos da celulite. Para prevenir, é importante conhecer mais sobre o problema. Confira algumas dúvidas comuns sobre o tema:

É possível acabar com a celulite? Por se tratar de um problema causado por alterações hormonais, maus hábitos alimentares e flacidez, o quadro de celulite pode ser amenizado com uma dieta saudável, prática de exercícios físicos e tratamentos estéticos.

A celulite está ligada ao fator genético? Sim. Em algumas pacientes a predisposição genética leva ao aparecimento das irregularidades na pele. Por isso, é importante que essas pessoas adotem hábitos saudáveis para minimizar o problema desde cedo.

Roupas apertadas são um agravante? Sim. A pressão provocada pelo uso de roupas apertadas diminui a circulação de sangue na área, prejudicando o metabolismo. Com isso, há um acúmulo de líquido na região.

Alguns alimentos pioram a celulite? Sim. Uma alimentação rica em açúcar, doces, farinhas e frituras contribui para o processo inflamatório do tecido, piorando o quadro. O consumo excessivo de sal e a baixa ingestão de água elevam a retenção hídrica trazendo as ondulações na pele.

Refrigerante dá celulite? O problema do refrigerante não está no gás, mas no açúcar. Mesmo as versões sem açúcar contêm adoçantes nocivos, muitas vezes a base de sódio, agravando a retenção líquida.

As pílulas e cremes anticelulite funcionam? Sim, mas não fazem milagres sozinhos. Alguns ativos encontrados nos cremes têm o poder de hidratar a pele, o que suaviza o aspecto da celulite, além disso, estimulam a circulação. Já as pílulas, na forma de fitoterápicos, antioxidantes e fitoquímicos, previnem e tratam o problema.

Como os tratamentos estéticos combatem os furinhos? No consultório é possível realizar diversos tratamentos que estimulam o metabolismo, reduzem a gordura localizada e também tratam a flacidez, o que contribui para a diminuição da celulite.