como-evitar-o-consumismo-6A obsessão por consumir é identificada quando ocorrem prejuízos pessoal, social ou financeiros. Quando a pessoa percebe que está adquirindo itens que nunca irá usar, que não cabem em seu armário ou pelos quais ela não pode pagar, é hora de ficar atenta! As diferenças entre quem gosta de gastar e de quem é consumista são muito sutis. Para o correto diagnóstico o que conta mesmo é a quantidade das compras e a intensidade com que se recorre a elas para obter a sensação de bem-estar.

É preciso ter consciência de que é muito mais gostoso gastar apenas o que se pode em um dia e viver os outros 364 em paz com a conta bancária. Antes de sair de casa faça uma lista do que irá comprar e com o orçamento destinado às compras. Já em casos mais graves, o tratamento psicológico indicado para o distúrbio é a terapia cognitiva comportamental, que treina os padrões de pensamentos e sensações que levam à compulsão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *