Como prevenir e tratar manchas no verão

manchas-pele

No verão, mesmo reforçando os cuidados, as manchas podem aparecer. Isso acontece porque o sol estimula a produção de melanina, pigmento que fornece cor à pele. A exposição incorreta ao sol faz com que ocorram acúmulos de melanina em certas regiões da pele, que se manifestam como manchas marrons.

A melhor forma de evitá-las é usar diariamente protetor solar, reaplicá-lo ao longo do dia, sempre que necessário, e evitar se expor ao sol das 10 às 16 horas. Porém, se você já possui áreas escurecidas na pele, pode contar com aliados poderosos. Além dos dermocosméticos, existem muitos tratamentos clínicos disponíveis, como peelings, lasers, microagulhamento e tantos outros.

A dermatologista Flávia Ravelli esclarece a seguir as principais dúvidas sobre o assunto e dá dicas de como prevenir e cuidar das manchas, que apavoram tantas mulheres no verão.

1 – Qual a importância do protetor solar para evitar o aparecimento de manchas? O protetor solar é o principal agente no combate às manchas, pois além de prevenir ainda evita que elas se agravem. Os protetores mais indicados para esses casos são os que oferecem proteção contra a luz visível, aquela que é emitida por aparelhos eletrônicos, pois sabemos que ela pode desencadear ou piorar as manchas, juntamente com os raios UV, que são emitidos pelo sol.

2 – Existem alguns fatores que aumentam a pré-disposição a ter manchas na pele? Sim. Possuir histórico de manchas de pele na família, ter se exposto excessivamente ao sol, usar anticoncepcionais hormonais, gestação e menopausa podem aumentar a pré-disposição.

3 – É necessário parar totalmente de tomar sol para evitar o aparecimento ou agravamento das manchas? Morando em um país tropical como o nosso, isso seria impossível. Além disso, o sol tem seus benefícios, como auxiliar na produção de vitamina D e liberar substâncias no organismo que geram a sensação de bem-estar, mas devemos utilizá-lo com consciência. Quem tem manchas não deve se expor ao sol entre as 10 e 16 horas e sem proteção solar adequada. Porém, mesmo seguindo essas regras, ninguém está livre de manchas. Isso porque o seu surgimento não depende exclusivamente da exposição solar, mas também de fatores genéticos e hormonais. Ou seja, o sol é somente um dos causadores das manchas.

4 – Peles oleosas, que possuem maior tendência de desenvolver acne, também têm mais chances de ficar manchadas? A acne pode desencadear a hipercromia pós-inflamatória, uma doença que mancha a pele, porém é mais fácil de tratar do que o melasma ou melanoses solares, por exemplo.

5 – Gestantes costumam ficar com a pele bastante manchada. Por que isso acontece? Como elas podem prevenir ou tratar? O melasma ocorre em cerca de 70% das mulheres grávidas e, em alguns casos, pode melhorar após o parto. O problema é desencadeado pelo aumento do estrógeno, progesterona e do hormônio melanocítico-estimulante (MSH). A exposição à radiação ultravioleta e à luz visível pode agravar o quadro.

6 – Como preparar e prevenir manchas na pele? A melhor maneira é usar diariamente o protetor solar, independentemente da estação do ano. Também é importante lembrar que aparelhos tecnológicos, como celulares, tablets, computadores e lâmpadas, emitem luzes visíveis, que aumentam a chance de desenvolver manchas na pele. Outra dica é aumentar a ingestão de alimentos com ação antioxidante, como por exemplo, vitamina C, luteína e licopeno. Essas substâncias ajudam a pele a ficar mais resistente e saudável.

PRODUTO

A ROC oferece um aliado no combate às áreas escurecidas da pele: ROC Clarifiant, que conta com as tecnologias Total Soya e Clarifying Complex, oferecendo uma combinação de ativos que inibem e bloqueiam a formação das áreas escurecidas ainda na origem.

produto

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *